O Coração Do Rei: A Vida De Dom Pedro I: O Grande Herói Luso-brasileiro

Prueba ahora Firma sin compromiso. Cancele cuando quiera.

Sinopsis

O rei, morrendo, oferece seu coração à cidade que o havia salvado. E nada existe mais simbólico nesse rei do que o coração, porque foi um rei apaixonado por seu povo, mulheres, filhos, por suas causas e pela liberdade. Conhecido no Brasil como Imperador Dom Pedro I, não foi um monarca como os outros e até mesmo seus inimigos reconheceram suas virtudes e feitos heroicos: "Tem mania de compor música e escrever Constituições", disse dele lorde Strangford; "Foi o maior herói das Américas", escreveu Benjamin Constant; "É louco de atirar pedras", resumiu o médico austríaco de dona Leopoldina; "Nunca houve rei mais modesto", concluiu o Marquês de Fronteira, que lutou ao seu lado em Portugal; "Diga a seu povo que ele foi um herói", resumiu o coronel inglês Hugh Owen.
Era um coração surpreendente. Na guerra entre absolutismo e liberalismo, ele, criado no primeiro, optou pelo segundo, tornando-se defensor das liberdades democráticas e, depois de abdicar do trono no Brasil, por elas lutou em sua terra natal: à frente de 7.500 homens, derrotou o irmão Miguel, que tinha um exército de oitenta mil.
Neste livro, o coração apaixonado desse rei transborda de sentimentos pelo pai, irmãos, filhos, amigos, por seu povo e suas mulheres – sobretudo duas, Leopoldina e Domitila; "Filho amado, eu mereço o amor que me tens", escreve ele ao menino Pedro. E ele morre também de paixão aos 36 anos, debilitado pelo sacrifício nas lutas liberais – passou fome, frio e angústia com seu povo – mas também de saudade dos filhos e do Brasil.
São diversas as facetas desse rei ainda desconhecidas, muitas mostradas neste livro para que ele receba dos leitores um julgamento justo e seu lugar verdadeiro na nossa história.