O Assunto É Dinheiro - Luiz Gustavo Medina

Informações:

Sinopsis

Especialistas em economia doméstica dão dicas de como manter a saúde do seu bolso e organizar suas finanças.

Episodios

  • Deu a louca nas bolsas

    19/05/2022 Duración: 04min

    As principais bolsas de valores do mundo tem oscilado com frequência nos últimos dias. Teco Medina conta que, nesta terça-feira, a americana, por exemplo, teve 'queda homérica' de cerca de 4%. 'Para os padrões dos EUA, é variação de mês ou talvez de ano', pontua. Ele atribui o movimento à alta dos juros no país.

  • O assunto é fundos imobiliários

    18/05/2022 Duración: 04min

    Luiz Gustavo Medina fala sobre a decisão da Comissão de Valores Imobiliários (CVM) de liberar a distribuição de 'lucro caixa'. O comentarista afirma que a CVM mudou o entendimento sobre o assunto e explica que, basicamente, os imóveis arrecadam o dinheiro dos aluguéis, pagam as despesas e dividem os lucros para os cotistas. 'A CVM entende que o fundo pode e deve distribuir o lucro em forma de dividendos desta maneira'.

  • 'A gente vai ver uma revisão grande de bancos e consultorias sobre o PIB deste ano'

    17/05/2022 Duración: 04min

    Diante dos números melhores que o esperado na economia do primeiro trimestre tanto no Brasil quanto em boa parte do planeta, Luiz Gustavo Medina avalia que a previsão de crescimento do PIB brasileiro deve ser ajustado para cima. Segundo ele, o produto interno bruto provavelmente ficará próximo de 1,5% em 2022; a estimativa atual para o ano é algo perto de 1%. Com maior controle da pandemia, há expectativa de boas novidades de crescimento em breve.

  • Compras de consórcios sobem 12% no primeiro trimestre de 2022

    16/05/2022 Duración: 03min

    Os dados da Associação Brasileira das Administradoras de Consórcio (Abac) fazem uma comparação com o mesmo período de 2021. 'É uma modalidade muito antiga, que vem sofrendo certa modernização, mas, no fundo, é uma linha de crédito', pontua Luiz Gustavo Medina. O comentarista ainda elenca alguns pontos para se atentar, ao escolher essa opção.

  • Saiba como fugir das armadilhas que levam ao endividamento

    13/05/2022 Duración: 04min

    Luiz Gustavo Medina lista os principais pontos aos quais as pessoas devem prestar atenção para evitar o acúmulo de dívidas financeiras. Segundo ele, a ação mais importante é fazer uma reserva de emergência sempre que sobrar algum dinheiro. Assim, em momentos de aperto, é possível usar essa quantia para ajustar as contas. Também é preciso ser mais controlado com gastos. 'Aqueles R$ 10 ou R$ 15 por dia, no fim do mês, se tornam uma grande despesa', alerta. Teco destaca ainda uma armadilha comum: fazer upgrade de carro ou casa sem considerar 'despesas derivadas', como seguro mais caro.

  • Como procurar uma dívida mais barata?

    12/05/2022 Duración: 04min

    Luiz Gustavo Medina continua a série sobre endividamento. Levantamentos apontam que mais de 88% das pessoas têm dívidas no cartão de crédito. 'Acontece que essa dívida, de muito longe, é a mais cara que tem', pontua o comentarista, que dá dicas de como fugir dela.

  • Quase 78% da população está endividada no Brasil

    11/05/2022 Duración: 06min

    Tristezas pagam dívidas? Luiz Gustavo Medina inicia a série sobre endividamento com a participação especial da jornalista Mara Luquet, que foi a criadora do quadro 'O Assunto é Dinheiro'. O comentarista traz dados sobre inadimplência no país e os participantes discorrem sobre possíveis soluções.

  • O que são empresas de 'growth' e 'value'?

    10/05/2022 Duración: 04min

    Luiz Gustavo Medina tira dúvida de ouvinte sobre o significado financeiros deste termos, que estão em alta ultimamente. Segundo ele, as empresas de 'growth' representam a velha economia e, por serem mais consolidadas e estáveis, têm lucro previsível. 'Crescem todo ano, mas pouco', explica. 'Dependem menos de crescimento muito forte para ver valorização de ações. Em momentos de alta de juros, são apostas mais seguras.' As empresas de 'growth', segundo Teco, são aquelas que estão ainda começando, mas têm potencial de crescimento forte no futuro próximo. Um exemplo é a Nubank.

  • Em 2021, 16% dos brasileiros das classes D e E fizeram investimentos

    09/05/2022 Duración: 04min

    Luiz Gustavo Medina comenta dado 'surpreendente' de pesquisa da Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais, a Anbima. O resultado mostra que uma parte da população menos abastada do país reservou quantias para investimento. 'No contexto em que estávamos, com economia fraca, desemprego alto, renda caindo, inflação, pandemia... o objetivo dessas pessoas tende a ser outro', destaca Teco. Ele fala ainda sobre o comportamento de alguns investidores, que não se dão bem com a linguagem dos aplicativos e preferem ir presencialmente ao banco.

  • Brasil retoma liderança do ranking mundial de juros reais

    05/05/2022 Duración: 05min

    É o que aponta um levantamento compilado pelo MoneYou e pela Infinity Asset Management. A taxa de juros real é calculada com abatimento da inflação prevista para os próximos 12 meses.

  • Diante da expectativa de alta dos juros, 'super quarta será tensa, com mercados derretendo'

    04/05/2022 Duración: 04min

    Luiz Gustavo Medina comenta a 'super quarta-feira', dia em que os Bancos Centrais do Brasil e dos EUA se manifestarão sobre juros. A expectativa é de alta nos dois países. O efeito, indica o comentarista, pode levar a quedas vertiginosas nas bolsas. 'No Brasil, a expectativa é saber se vamos escapar de outra alta em junho, pontua.

  • Com preços altos, maioria não pretende comprar presentes no Dia das Mães

    03/05/2022 Duración: 04min

    Luiz Gustavo Medina repercute uma pesquisa feita pelo Valor Econômico em que 75% dos entrevistados responderam que não irão comprar presentes por causa da inflação. Em relação ao preço, o maior grupo entre os consumidores pretende adquirir presentes entre R$ 100 e R$ 300.

  • 'Bancos Centrais dos EUA e do Brasil terão as reuniões mais importantes dos últimos tempos'

    02/05/2022 Duración: 03min

    Luiz Gustavo Medina comenta as expectativas para a 'super quarta-feira', quando os dois países devem decidir sobre a flutuação dos juros. No Brasil, segundo o comentarista, a taxa deve subir um ponto percentual, ao patamar de 12,75%. Ele ressalta o 'brutal aumento dos juros', que cresceram mais de 10 pontos percentuais em menos de um ano. Nos EUA, a taxa deve aumentar cerca de 0,5 ponto percentual. A expectativa é grande. 'Quando o Banco Central americano se mexe, o mundo capota', ressalta Teco.

  • Com primeiro prejuízo em sete anos, ações da Amazon despencam

    29/04/2022 Duración: 04min

    Luiz Gustavo Medina comenta o péssimo ano de 2022 para as big techs americanas, muito impactadas pela maior inflação em 40 anos no país e pela guerra na Ucrânia. A Amazon divulgou, nesta quinta-feira, um prejuízo grande no primeiro trimestre, de US$ 4 bilhões. No ano passado, a empresa teve lucro de US$ 8 bilhões. Teco destaca que outras empresas de tecnologia têm perdido ações. A Netflix tem queda de quase 70% no ano; Google, 20%; Apple, 10%; Facebook, quase 40%. A Amazon registra queda de 25%.

  • PIB dos EUA cai 1,4% no primeiro trimestre de 2022

    28/04/2022 Duración: 02min

    Foi o que informou o escritório oficial de estatísticas (BEA) do Departamento de Comércio do país. Luiz Gustavo Medina conta que as expectativas dos especialistas eram bem divergentes. Ele lembra que os EUA vinha em uma sequência de crescimentos de mais de 6% e, por isso, considera uma retração 'até natural'.

  • IPCA-15: 'número veio astronômico, veio alto e ainda quase o dobro de março'

    27/04/2022 Duración: 02min

    Luiz Gustavo Medina fala sobre a inflação medida pelo IPCA-15, que acelerou para 1,73% em abril: 'a boa noticia é que parece que, tudo que podia dar errado, já deu'. Ele diz que a expectativa é de que os números de maio fiquem bem abaixo e depois caminhem para uma normalidade.

  • Em 'momento de desânimo em relação a crescimento, inflação e guerra', dólar sobe

    26/04/2022 Duración: 04min

    Luiz Gustavo Medina explica o quadro político e econômico que tem feito o dólar voltar a subir, após cair abaixo de R$ 4,70 na semana passada. Nesta terça-feira, a moeda americana é comercializada a R$ 4,99. Segundo ele, isso ocorre porque 'as incertezas aumentam ao invés de diminuir', inclusive com a pandemia na China. Teco destaca também o boletim Focus, que voltou a ser publicado após três semanas de paralisação. O resultado prevê mais inflação em 2022, assim como aumento da Selic para 13,25%.

  • 'Tempestade perfeita' se forma no mercado de ações

    25/04/2022 Duración: 04min

    Teco Medina conta que os investidores de ações 'estão sofrendo' em abril. No mês, a Bolsa já caiu mais de 8%, depois de quatro meses de alta. O comentarista faz um retrospecto para explicar como essa tormenta se formou, passando por fatores como inflação, guerra na Ucrânia e pandemia na China. 'Estamos lutando com tudo isso ao mesmo tempo', pontua.

  • Propaganda sobre serviços gratuitos em bancos são 'ferramenta de atração de clientes'

    22/04/2022 Duración: 02min

    Luiz Gustavo Medina fala sobre bancos e corretoras que oferecem cartões de crédito gratuitos, taxa zero de corretagem e outros serviços sem custo a novos clientes. Segundo ele, isso funciona, muitas vezes, como 'aperitivo' e tem o objetivo de atrair o público. 'O que importa para a instituição é ter você lá dentro', conta. Depois, surgem outros serviços pagos, às vezes até mais caros que a média.

  • Como descobrir a melhor taxa de financiamento imobiliário?

    21/04/2022 Duración: 03min

    Luiz Gustavo Medina fala sobre maneiras de encontrar o 'dinheiro mais barato' para financiar a compra de um imóvel. Segundo ele, é importante comparar taxas em cooperativas, bancos digitais e instituições concorrentes. Ele recomenda buscar as modalidades de crédito mais baratas e evitar ao máximo o cheque especial. Teco alerta que a taxa Selic vai aumentar um ponto percentual em maio, então é bom contrair logo.

página 1 de 2